SAE DF PEDE O IMPEACHMENT DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA E DEFENDE A VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

Protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram registrados neste sábado (24) em todas as capitais brasileiras e em cidades do interior. Manifestantes pediram o impeachment do presidente e defenderam a vacinação contra a Covid-19.

Em Brasília, o ato reuniu milhares de pessoas que tomaram a Esplanada dos Ministérios, que caminharam do Museu Nacional à Praça dos Três Poderes. O SAE DF pede o impeachment do presidente, defende mais vacinas contra a Covid-19 e critica a gestão do governo na pandemia. Os participantes também cobram medidas de distribuição de renda, como o aumento do auxílio emergencial.

O grupo iniciou marcha até o Congresso Nacional por volta das 16h30. Em seguida, os manifestantes percorreram a Esplanada dos Ministérios no sentido contrário até o Teatro Nacional e começaram a dispersar por volta das 17h30.

O secretário geral do SAE DF, Denivaldo Alves, afirmou que os trabalhadores da educação, alunos e movimentos sociais estão mobilizados para cobrar do governo uma vacinação efetiva para que a volta as aulas seja realizada com segurança para todos.

Confira no vídeo:

Em São Paulo, Sérgio Nobre, presidente da CUT, anunciou uma greve de servidores públicos de todo o Brasil para agosto. Em várias capitais, CUT, centrais, sindicatos, movimentos sociais e partidos políticos foram às ruas para exigir o impeachment.

notice

Além do impeachment de Bolsonaro, a pauta dos protestos também incluiu pedido de aumento do valor do auxílio emergencial pago durante a pandemia e mais recursos para educação. Houve manifestações contra a privatização da Eletrobras e dos Correios.

 

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo