SAE-DF INICIA NOVA ERA DE PARTICIPAÇÃO E TRANSPARÊNCIA COM PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSÃO DE REFORMA ESTATUTÁRIA

Na busca por inovação e fortalecimento sindical, o Sindicato dos Trabalhadores em Escolas Públicas no Distrito Federal (SAE-DF) alcançou um momento histórico com a formação de uma comissão para acompanhar a reforma estatutária. Esta comissão, representativa e eleita de forma unânime pela base, teve sua primeira reunião em 16 de março de 2024, marcando oficialmente o início de um processo democrático e inclusivo para a modernização do estatuto do sindicato.

Composta por José Eudes, Sorlene (Sol), Carlos Alberto (Carlão), Queila Gonçalves, Victor Hugo, e sob a coordenação de Damião Ornilo, a comissão reflete a diversidade e o compromisso dos associados do SAE-DF com o progresso e a justiça social dentro da organização. Esta reunião inicial não foi apenas um encontro formal; foi uma declaração de intenções, mostrando a determinação de todos em garantir que a voz da base seja ouvida e respeitada durante o processo de reforma.

O encontro, realizado em um momento de reflexão e planejamento, serviu para estabelecer as bases de como a comissão irá operar, delineando as etapas para a revisão e atualização do estatuto. Os membros da comissão compartilharam suas visões, aspirações e preocupações, reafirmando o compromisso com a transparência, a participação ativa e a defesa dos direitos e interesses da carreira PPGE.

O objetivo é assegurar que o novo estatuto reflita os valores, as necessidades e as esperanças de todas e todos da PPGE, promovendo um ambiente de maior coesão, solidariedade e luta conjunta.

Através de reuniões como a do dia 16 de março, a comissão da base evidencia a força do engajamento coletivo e da governança participativa no sindicalismo moderno. Este é um passo decisivo não só para a modernização do estatuto, mas para o reforço da unidade e da influência do sindicato na defesa dos direitos dos trabalhadores educacionais no Distrito Federal.

Com olhos voltados para o futuro, o SAE-DF e sua base demonstram uma vez mais seu compromisso com a justiça, a democracia e a melhoria contínua das condições de trabalho. A jornada de modernização do estatuto está apenas começando, e a primeira reunião da comissão marca o ponto de partida para um processo que promete ser um exemplo de inclusão, diálogo e transformação sindical.

Receba nosso boletim informativo

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Pular para o conteúdo