Bolsonaro declarou que vetará inclusão da educação entre carreiras que não terão congelamento salarial