08 de março – Dia Internacional da Mulher, concentração acontece a partir das 14h no Museu Nacional da República

08 de março – Dia Internacional da Mulher, concentração acontece a partir das 14h no Museu Nacional da República

8 de março, celebramos o Dia Internacional da Mulher. A data é ideal para uma reflexão sobre o papel que as mulheres têm desempenhado no crescimento do Brasil.
Cada dia mais, as mulheres têm participação ativa e decisiva em todos os setores de nossa sociedade. Brasileiras de todos os recantos do País lutam diariamente para construir um Brasil melhor e mais justo. Justamente por isso, a luta pela igualdade de gêneros deve ser pauta não somente hoje, mas em todos os dias do ano.

É preciso uma conscientização cada vez maior, de toda a sociedade, para enfrentar temas como a violência contra a mulher (ainda muito grande em diversos locais), casos de assédio e o preconceito que se vê nas ruas e até mesmo no mercado de trabalho. 

Muito ainda precisa ser conquistado neste sentido. Mas, nos últimos anos, muito tem sido feito pelas mulheres brasileiras que, em todos os dias, nos dão exemplos de coragem, inteligência, determinação e sensibilidade, que devem ser seguidos por todos os brasileiros.

CUT Brasília convoca todas as mulheres a se somarem no dia 8 de março em grande ato de celebração ao Dia Internacional da Mulher. A mobilização denominada de “8 de Março Unificadas” intensificará a luta contra os retrocessos promovidos pelo governo ilegítimo de Michel Temer à vida das trabalhadoras.

A concentração do ato acontece a partir das 14h no Museu Nacional da República e contará com apresentações culturais, debates, oficinas para crianças, bazar e diversas outras atividades que buscam incentivar o debate e o engajamento de mulheres na luta por direitos e em defesa da democracia, além de toda a sociedade sobre o atual cenário político.
A ação é uma parceria da CUT Brasília com os sindicatos filiados, diversos movimentos sociais e populares, e se estabeleceu no lema: Em favor da democracia, pela vida das mulheres, contra o racismo e em defesa dos direitos.

“Convocamos todas as companheiras trabalhadoras, mulheres do campo, das cidades, das águas e das florestas, bem como toda a sociedade, a se unirem neste grande ato de resistência e dizer NÃO aos retrocessos. Precisamos realizar um atividade maior do que a do ano passado e reafirmar o nosso recado a esse governo usurpador de direitos. Contra toda forma de violência, contra o machismo, o fascismo, o racismo e a misoginia,vamos às ruas . Mais que nunca, precisamos unir forças e lutar contra as medidas segregadoras e preconceituosas do golpista Temer e seus aliados no Congresso Nacional”, conclamou a secretária de Mulheres Trabalhadoras da CUT Brasília, Sônia de Queiroz.

Fonte: CUT Brasília

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Scroll To Top