SAE-DF convoca para a marcha mundial do clima dia 1º de novembro de 2017

SAE-DF convoca para a marcha mundial do clima dia 1º de novembro de 2017

O  SAE- DF,  convoca todos e todas para a Marcha Mundial do Clima, dia 01/11, (quarta-feira), em Brasília. A concentração será a partir das 9h, em frente ao Congresso Nacional e de lá, nos vários setores da sociedade civil (ONGs, estudantes, sindicatos, igrejas, universidades e movimentos sociais) entregaremos Manifesto em audiência, às autoridades com reivindicações para a justiça climática no Brasil.  De lá seguiremos para a Embaixada dos EUA onde será entregue outro manifesto para à comunidade internacional através do maior de todos emitentes de GEEs per capta do mundo e governado pelo irresponsável e insano negacionista Donald Trump.

Marcha Mundial do Clima, fórum mundial composto por integrantes de diversas organizações da sociedade civil (ONGs, universidades, sindicatos, estudantes, igrejas, movimentos sociais), tem como objetivo principal ampliar o debate e encaminhar as urgentíssimas providências sobre as mudanças climáticas, nas ruas e mídias. Anualmente a Marcha Mundial do Clima é realizada em mais de 100 países, por ocasião de cada Conferência das Partes sobre Mudanças Climáticas da ONU (CoPs).

A crescente série de  secas, incêndios florestais (no caso do DF, no Cerrado), ondas de calor escaldantes, furacões, ciclones, chuvas violentas, de granizo, inundações e frio congelante (os temidos extremos climáticos), provocados sobretudo pela poluição de GEEs (gases de efeito estufa – notadamente, metano, CO2 e óxido nitroso) e o consequente aquecimento global – que vêm ocorrendo em todo o Brasil e mundo,  são claras evidências que a mudança climática é uma trágica realidade que se agrava a cada ano. Isto tudo se constitui, na verdade, em EMERGÊNCIA CLIMÁTICA que deve agravar-se catastroficamente se a sociedade, com destaque para os trabalhadores e a transição justa, não se mobilizar imediatamente para as cobranças que levem a medidas necessárias, na emergencial redução das emissões de GEEs (gases de efeito estufa) na atmosfera e a mudança deste modelo econômico irresponsável que o capitalismo tem nos imposto.

Soma-se às provocadas tragédias climáticas acima, o forte impacto redutor na produção de alimentos, a degradação ampla do meio ambiente e dos recursos naturais, escassez de água, aumento dos níveis de pobreza, graves danos para a saúde pública e ondas maciças de refugiados climáticos, entre vários outros impactos letais noticiados diuturnamente e alarmantemente divulgados no último relatório da ONU – IPCC ( PAINEL INTERGOVERNAMENTAL DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS DA ONU ) a alguns meses atrás. Hoje já morrem no planeta em torno de 10 milhões de pessoas (frisa-se: inicialmente afetando os mais pobres e trabalhadores) ao ano em função das consequências diretas e indiretas das mudanças climáticas, que na verdade, repetimos, já configura-se em emergência climática.

Este ano teremos a CoP 23 de Clima da ONU (COP23), do dia 6 a 17 de novembro, em Bonn, Alemanha, realizaremos no mundo todos marchas de pressão, e em Brasília será realizada a 7ª edição da Marcha Mundial do Clima, no dia 1 de novembro, para chamar a atenção de todos à grave ameaça que representa as mudanças climáticas e pressionar os chefes de estado de todo o mundo e ao governo Temer (mesmo que ilegítimo), que estarão reunidos na Conferência de Clima da ONU – CoP 23, por compromissos EFETIVOS e CONCRETOS que garantam o equilíbrio climático cortando as emissões de GEEs ( gases de efeito estufa). Nestas marchas temos que exigir e estabelecer um outro modelo de desenvolvimento que respeite os fundamentos socioambientais IMEDIATAMENTE, e protejam as populações daquelas mudanças climáticas que já serão inevitáveis em função da brutal irresponsabilidade dos governos e, gananciosos e inescrupulosos, grupos econômicos até aqui.

ESTA MOBILIZAÇÃO É DA MÁXIMA URGÊNCIA, É A VIDA DE TODOS NÓS QUE ESTÁ EM JOGO ! JUSTIÇA CLIMÁTICA = JUSTIÇA SOCIAL E AMBIENTAL (COM TRANSIÇÃO JUSTA) !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Scroll To Top